Treinamento HIIT Emagrece?


Treinamento Hiit Emagrece?

Vamos conceituar rapidamente o termo "hiit".

Uma sessão de treinamentos de 4 a 25 minutos por dia com um tempo de recuperação reduzido proporcionando resultados significativos para o emagrecimento, ou seja, você treina menos tempo e seus resultados são bem melhores.

É o que todo mundo deseja, não é?
Mas será que o Hiit proporciona tudo isso mesmo?
Vamos analisar!

Treinamento Hiit Emagrece?

Vamos analisar a palavra Hiit.

H - High
I - Intensity
I - Interval
T - Training

Em português chamamos de: TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE.

Então podemos definir como você fazer um treinamento com estímulos de alta intensidade com períodos curtos de descanso, podendo esse descanso ser passivo ou ativo.


Vamos ver alguns benefícios do treinamento hiit para quem quer emagrecer:
Benefícios do treinamento hiit
  • É possível emagrecer e definir os músculos ao mesmo tempo;
  • Durante o treino o gasto de calorias é elevado;
  • Testar e ampliar os seus limites, visto que, a cada treino o objetivo torna-se sempre superar-se;
  • Aumenta a sensibilidade à insulina;
  • Fortalecimento cardíaco; 
  • Como o estresse metabólico é muito alto, o Hiit acaba rapidamente com o estoque de glicogênio muscular em nosso corpo e assim, nossa produção do hormônio GH aumentará contribuindo para que a gordura seja usada como fonte de energia, além de favorecer o aumento de massa muscular;
  • Após o treino o gasto de calorias continua elevado, todas as reservas energéticas serão depletadas e o organismo utilizará de gordura para recuperação tecidual. Isso se deve ao fato de que, além de proporcionar maior quantidade de trabalho no exercício, provocando aumento no gasto energético, a intensidade do esforço é usualmente supra limiar, ou seja, leva o organismo ao acúmulo de metabólicos (lactato, íons H+, K) após o treino. Eles serão os grandes responsáveis pela manutenção do consumo de oxigênio acima dos valores de repouso em até 8 horas após a realização dos exercícios (CAMPOS; CORAUCCI NETO; BERTANI, 2014. p. 24);


Então, respondendo a pergunta acima. Sim, o Treinamento Hiit Emagrece!

*Vale lembrar que o praticante também precisa aprender a se alimentar corretamente!

O Treinamento Hiit é novo?

Treinamento Hiit Emagrece?
Não!
O treinamento hiit não é uma novidade como muitas pessoas consideram.

Eu mesmo quando atleta das modalidades de 100 metros rasos e Salto em Distância lá nos anos 90, já realizava treinos intervalados, tanto que entre praticantes do Atletismo esse termo já é bem difundido e conhecido. 

Em meus treinos eram realizados de 5 a 10 tiros de 200 metros em alta intensidade com descanso ativo de 100 metros.

Os primeiros estudos científicos envolvendo o treinamento intervalado são encontrados a partir da década de 30, porém sendo praticado em épocas arcaicas, devido existir sistemas como em 140 d.C que muito se aproximariam das condições atuais.


Contudo foi em 1912 com o Finlandês Lauri Pinkala que o sistema se caracterizou, sendo este considerado o criador do INTERVAL TRAINING, ao aplicar em seus atletas disparos intensos de 100 a 200 metros, 4 a 5 vezes, com pausas de 10 a 20 minutos.

Por volta de 1945 o Tcheco Emil Zatopek conquistou 18 recordes mundiais utilizando um planejamento de treino que consistia em distâncias de 200-400 metros em um volume que alcançava 70 repetições diárias com intervalos de apenas 1 minuto (MONTEIRO; LOPEZ, 2009 apud BOSSI, 2016).

Conclusão

Baseando-se em todas as referências citadas no texto podemos verificar que o treinamento hiit ajuda realmente no emagrecimento e proporciona diversos outros benefícios. 

O que também precisa ficar claro é que o que determina o hiit não é o exercício de fato mas principalmente a intensidade dos estímulos que nos estudos ultrapassam a marca de 90% da frequência cardíaca máxima e essa intensidade pode ser alcançada com várias combinações e por isso a orientação profissional torna-se indispensável.


Referência Bibliográfica

FERNANDES, W.B.T; SOUSA, T.B.C; RIVERA, G.A; LIRA, F.A.S. Efeitos do Treinamento Resistido Intervalado sobre variáveis antropométricas de indivíduos jovens com sobrepeso. Volume 18, Número 1 ISSN 2447-2131. Páginas 51 a 65. João Pessoa, 2018.


Publicidade

Comentários