Dor Muscular Tardia - É realmente necessário sentir aquela dor muscular no dia seguinte para o treino ter sido eficiente?

Dor Muscular Tardia - DMT

Todo mundo que treina certamente já sentiu aquela dor no dia seguinte após o treino. E as vezes é uma dor tão intensa que muitas vezes até nos restringe de poder fazer alguma coisa do nosso dia-a-dia.

O nome dado a essa dor é DOR MUSCULAR TARDIA (DMT).

Mas o que seria e quais as causas desta dor muscular tardia?



Embora os mecanismos exatos não são ainda muito bem compreendidos, a DMT parece ser um produto de inflamação causada por danos microscópicos no tecido conjuntivo que sensibilizam alguns receptores sensoriais e, assim desta maneira, aumentam a sensação de dor.

Vamos as seguintes perguntas!

O que apontam os estudos?
Dor tardia x hipertrofia muscular, existe mesmo essa relação?
Se eu não sentir dor, significa que o meu treino não foi bom?

Estudam demonstraram que a DMT é pouco correlacionada com a evolução temporal, quanto a magnitude de marcadores aceitos de lesão muscular induzida pelo exercício, incluindo força máxima isométrica, circunferência do braço e os níveis de CK (creatina quinase) no plasma (Nosaka, K., Newton, M. & Sacco, P., 2002).

Ressonância magnética com alterações de imagem compatíveis com edema também não se correlacionam bem com o curso do tempo de DMT (Clarke, MS. & Feeback, DL., 1996).

Algo interessante apontado é que alguns músculos parecem ser mais propensos a DMT do que outros e parece haver um componente genético que faz com que certos indivíduos sintam uma dor mais persistente, enquanto outros raramente ficam doloridos. Porém, é preciso ficar atento, pois níveis elevados de dor devem ser considerados prejudiciais, uma vez que é um sinal de que o indivíduo tenha excedido a capacidade do músculo de se reparar, se reconstruir de forma eficiente. E além disso, a dor excessiva pode impedir a capacidade, o rendimento do treinamento, bem como também diminuir a motivação para ir treinar.


CONCLUSÃO

Enquanto a DMT pode fornecer uma indicação geral de que algum grau de dano muscular ocorreu, ela não pode ser usada única e exclusivamente como uma medida definitiva deste fenômeno. 

Com relação a Hipertrofia Muscular também não foram encontrados dados relevantes.

Então, fique atento as respostas que o seu corpo lhe dá em relação ao treinamento e treine com consciência e sabedoria. Sentir dor muscular é uma coisa, se lesionar é outra!


Comentários