Gordura Corporal - Por que Engordamos?

Gordura Corporal - Por que engordamos?

Nesta matéria minhas principais abordagens serão:
1) Qual o papel da gordura em nosso organismo?
2) Como ocorre o acúmulo de gorduras em nosso corpo?
3) Por que engordamos?

Vamos desmistificar e aprofundar todos os conceitos sobre esse assunto.
Boa leitura!

1) Qual o papel da gordura no organismo?

A mais conhecida função da gordura é a do fornecimento de energia como fonte de combustível. Vitaminas lipossolúveis só podem ser transportadas pela gordura. 



Mas também há outras funções importantes:
- serve como isolante térmico;
- protege contra impactos em regiões onde estão localizadas importantes vísceras;
- constitui nossas membranas celulares;
- no tecido adiposo, onde nossas gorduras estão estocadas, existe um ponto de regulação das diversas funções no organismo, algo similar à função de uma glândula endócrina, que secreta uma série de hormônios e proteínas que podem aumentar a saciedade, elevar a pressão arterial, controlar processos inflamatórios, dislipidemias (aumento da taxa de lipídios-gordura no sangue e representa um importante fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares), entre outros.

Então veja que a gordura tem um papel importantíssimo em nosso organismo. E agora que sabemos o valor dessa importância, vamos descobrir como se dá esse acúmulo em nosso corpo.

2) Como ocorre o acúmulo de gorduras em nosso corpo?

Como citado nas funções da gordura, ela se acumula no tecido adiposo, principalmente nas células adiposas.

Mas existem dois tipos de tecido adiposo:
1) o visceral
2) o subcutâneo

O tecido adiposo visceral consiste na gordura acumulada ao redor das vísceras e dos órgãos e está diretamente associado ao aumento dos fatores de riscos à saúde, como:
- resistência à insulina;
- síndrome metabólica;
- problemas cardiovasculares, por secretar uma série de fatores pró-inflamatórios (citocinas) que atuam na modulação de diferentes patologias associadas à obesidade. 

O tecido adiposo subcutâneo é aquele que se encontra logo abaixo da pele, ao redor do corpo. Sua atividade produz um impacto menor no metabolismo.

Vamos entrar agora na questão sobre exercícios físicos.
Quando não praticamos exercícios, não se estimula adequadamente o metabolismo do nosso corpo, seja pela própria prática da atividade ou, ainda, pelo aumento da taxa metabólica basal (TMB). Dessa maneira, o acúmulo de gordura é favorecido.

Mas como aumentar essa taxa metabólica basal?
Esse será um capítulo a parte  que em breve estarei postando aqui no blog.

Até aqui já sabemos o papel da gordura no nosso corpo, vimos os dois tipos de tecido adiposo e como ocorre o acúmulo dessa gordura. Agora vem a seguinte pergunta: Por que Engordamos?

3) Por que engordamos?

Por uma necessidade de adaptação o corpo humano desenvolveu nosso metabolismo para ser mais eficiente, se tornando mais econômico para vencer as adversidades do meio.

Atualmente, nós seres humanos encontramo-nos confortavelmente organizados em sociedades nas quais a disponibilidade de alimentos é farta e que são hipocinéticas (tem atividade funcional diminuída e causa a doença hipocinética, que é causada pela falta de movimento no corpo) em razão dos diversos avanços tecnológicos (carros, máquinas, controle remoto, etc).

E é com essa temida realidade que devemos nos preocupar, porque dentro desse contexto, o acúmulo de gordura se deu pelo desequilíbrio entre a ingestão energética e o gasto energético ao longo de um determinado período.

Veja quais os principais fatores causadores desse acúmulo:
- alimentação irregular;
- sedentarismo;
- alterações fisiológicas;
- fatores genéticos.

No entanto, podemos analisar que o principal fator esteja relacionado aos hábitos de cada indivíduo.

Mas há pessoas que ficam culpando a genética e seguem negligenciadas, e todos sabemos que esses fatores genéticos podem em parte serem silenciados por meio de hábitos saudáveis adquiridos ao longo da vida, uma vez que a composição corporal e a saúde não são transmitidas a herdeiros, e sim apenas, poder apresentar uma predisposição para tal.

Por isso, para fugirmos desse acúmulo indesejado de gordura em nosso corpo, vamos arrumar um tempo para ter uma rotina adequada de exercícios associada com uma boa alimentação saudável e equilibrada, que por fim resultará em uma boa saúde contribuindo para uma manutenção de níveis adequados de gordura corporal, sem exageros.

CONCLUSÃO

A gordura tem um papel importante em nosso corpo, mas seu acúmulo indevido trará diversos problemas de saúde. Para evitar esse acúmulo pratique exercícios físicos e alimente-se adequadamente. Procure um bom Profissional de Educação Física e um bom Profissional em Nutrição.

Referência Bibliográfica
JUNIOR, LCC; GONÇALVES, DC; SILVA, JCP. Desvendando o emagrecimento em 101 perguntas e respostas. 1 ed. Editora Phorte. São Paulo, 2016.




Comentários