Adaptação ao Treinamento - Adolescentes e Jovens Adultos


Adaptação ao Treinamento - Adolescentes e Jovens Adultos

Vejo muitos adolescentes e jovens adultos querendo iniciar o treinamento com pesos. E para que esse início seja eficiente, mas principalmente seguro, explico nesta matéria como tudo deve ser feito adequadamente.

Para começar, o que seria essa adaptação?

A adaptação ao treinamento é o resultado da soma tanto das modificações anatômicas quanto fisiológicas que ocorrem no final, devido à repetição sistemática de um programa adequado de exercícios. Para o treinamento com pesos é muito abordada as seguintes adaptações:

1. Adaptação anatômica
2. Adaptação Neural

Sobre essas adaptações abordarei em outra matéria mais específica.

Vamos lá!!!

Quando estivermos lidando com o treinamento com pesos, devemos procurar o desenvolvimento dos processos de adaptação em seus primeiros estágios de evolução. Isto é válido para todos os indivíduos envolvidos, mas é realmente vital tanto para as populações adolescentes quanto para as jovens.

Uma ênfase especial deve ser dada no caso das populações citadas previamente, sob 4 aspectos:




  •  1) Desenvolvimento da flexibilidade
O aprimoramento da flexibilidade permitirá que se realize tanto um agachamento perfeito sem levantar seus calcanhares quanto o desenvolvimento por trás da cabeça sem nenhum risco para a integridade de sues ombros. Esta é uma qualidade vital para se alcançar um procedimento de treinamento bem sucedido, bem como mantê-lo ao longo de toda a vida.
  •  2) Fortalecimento da união músculo -tendão
Esse fortalecimento é crucial. Esta é uma situação que requer um treinamento progressivo durante um intervalo de tempo suficiente de forma que este processo de fortalecimento possa ser alcançado.

** Uma observação importante a esses guris. Cuidado com os esteroides.

Mas por que digo isso?
Como trabalho em várias academias, observei muitas vezes que eles tem muita pressa para ter resultados a curto prazo e por isso acabam querendo recorrer a esses recursos. 

uso dessas substâncias podem causar patologias tendíneas, um fato bem conhecido, porque se atinge um repentino aumento de força, desconexo de qualquer relação com a tração que os tendões são capazes de sustentar. Você pode até ter força muscular, mas seus tendões não irão aguentar!!!
  •  3) Fortalecimento dos músculos estabilizadores
Os músculos estabilizadores são responsáveis pela manutenção de uma determinada postura enquanto os músculos motores podem trabalhar. Os músculos estabilizadores ficam de uma maneira quase isométrica - eles são responsáveis pela conclusão de um determinado movimento de maneira bem sucedida.

Ainda que, durante os primeiros estágios de treinamento de iniciantes, a utilização de equipamentos seja recomendada devido a segurança, é muito conveniente introduzir exercícios com pesos livres progressivamente de forma que os músculos estabilizadores sejam “forçados” a entrar em ação.
  •  4) Fortalecimento da área mediana (core - músculos abdominais e da cintura pélvica)
Tanto os músculos abdominais quanto os da cintura pélvica agem como uma ponte entre os movimentos que a musculatura do dorso oferece e a ação potente que a musculatura dos membros inferiores oferece.

Se um indivíduo não possui um bom condicionamento dessa área, com relação à força e flexibilidade, podemos considerar que ele não está apto a conseguir a performance necessária para realizar qualquer exercício de força, seja qual for o tipo de exercício envolvido. Faltará a esse indivíduo técnica e bom desempenho. E também não queremos lesionar esse jovem.


Ok. Mas como deve ser feito o procedimento de treinamento?
Sabendo que você está pensando nisso, leia as dicas que indico aqui abaixo:
  • Nos primeiros 3 meses comece com uma carga leve e um elevado número de repetições (entre 15 e 20);
  • Nos próximos 3 meses cargas de intensidade média e um número médio de repetições (entre 10 e 12), de forma que se tornem aptos tanto anatômica quanto fisiologicamente adaptados para iniciar o treino com cargas mais elevadas.
Após esse período consulte o seu Professor para dar continuidade ao treinamento.

CONCLUSÃO

Toda pessoa iniciante na musculação deve começar devagar para que as adaptações ao treinamento sejam alcançadas de forma eficiente e segura. Para esse público jovem esse fator torna-se mais importante ainda, visto que, sua formação estrutural corporal ainda está em desenvolvimento. E nada de anabolizantes, devagar também se chega lá!!!


Comentários