Distensão da Musculatura da Panturrilha

Distensão da Musculatura da Panturrilha


Veja nesta matéria o que é uma distensão da musculatura da panturrilha, como ocorre, quais os sintomas, como é diagnosticada, como é tratada, etc. 

Vale lembrar que o texto exposto tem caráter informativo, portanto, nunca deixe de consultar UM MÉDICO no caso de lesões. E para a prática de exercícios físicos, sempre tenha a orientação de um PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA.

Para começar, vamos falar de Anatomia. A Panturrilha ou anatomicamente conhecida como Tríceps Sural é formado pelos seguintes músculos: Gastrocnêmio Medial, Gastrocnêmio Lateral e Sóleo.

O que é a distensão da musculatura da panturrilha? 
A distensão é uma lesão na qual fibras musculares ou tendões são estirados ou rompidos; no caso da panturrilha, a lesão é nos músculos e tendões atrás da perna, abaixo do joelho. 

Distensão da Panturrilha
Foto retirada do site Clínica Deckers

Como ocorre?
Pode ocorrer durante algum exercício físico, que exija imenso esforço de flexão plantar dos tornozelos e pés. Pode acontecer durante a corrida, o salto ou uma arrancada.

Quais são os sintomas?
Dor imediata, na parte de trás da perna. Às vezes, é possível sentir ou escutar um estalo e o paciente relata “sensação de pedrada” na parte de trás da perna. O paciente sentirá dificuldades em ficar nas pontas dos pés. A panturrilha pode ficar edemaciada e com hematomas.

Como é diagnosticada?
O médico examinará a perna e encontrará sensibilidade, dor e incompetência no músculo da panturrilha.

Como é tratada?
O tratamento poderá incluir:

Compressas de gelo na musculatura por 30 minutos, sendo que cada 8 minutos de gelo deve ser seguido de uma pausa de 3 minutos. Pode ser feito a cada 3 ou 4 horas, por 2 ou 3 dias ou até que a dor desapareça,
Elevação da perna colocando um travesseiro sob ela.
• Uma faixa elástica envolta na perna, para comprimir, evitando que o edema piore, sempre vigiar a circulação dos pés e dedos. Em caso de piora da dor, ou qualquer prejuízo da circulação, retirar a faixa,
Muletas no caso de dificuldade para andar.
Anti-inflamatórios de acordo com prescrição do médico.
Fisioterapia, para tratar o tecido do músculo.

Enquanto a lesão não estiver, totalmente, recuperada, o esporte ou a atividade, realizada anteriormente à lesão, deverá mudar para que não haja agravamento da condição. Por exemplo: Nadar ao invés de correr.

Quando posso retornar ao esporte ou atividade?
O objetivo da reabilitação é que o retorno ao esporte ou à atividade aconteça o mais rápido e seguramente possível. Se o retorno for precoce, existe a possibilidade de piora da lesão, que poderia levar a um dano permanente.

Como cada indivíduo é diferente do outro, a velocidade de recuperação também é. Por isso, o retorno ao esporte será determinado pela recuperação dos músculos da panturrilha, não existindo um protocolo ou um tempo exato para que isto aconteça. Geralmente, quanto mais rápido o médico for consultado após a lesão, mais rápida será a recuperação.

• Possuir total alcance de movimento da perna lesionada, em comparação a não lesionada.
• Possuir total força da perna lesionada em comparação a não lesionada.
• Correr em linha reta, sem sentir dor ou mancar.
• Correr em linha reta, a toda velocidade sem mancar.
• Fazer viradas bruscas a 45º, inicialmente a meia velocidade e, posteriormente, a toda velocidade.
• Correr, desenhando no chão um 8 de 18 metros, inicialmente a meia velocidade e, posteriormente, a toda velocidade.
• Fazer viradas bruscas a 90º, inicialmente a meia velocidade e, posteriormente a toda velocidade.
• Correr, desenhando no chão um 8 de 9 metros, inicialmente a meia velocidade e, posteriormente, a toda velocidade.
• Pular com ambas as pernas e somente com o lado lesionado sem sentir dor.

Como prevenir?
A melhor maneira de prevenir a distensão da panturrilha é realizando aquecimento e alongamento da panturrilha, antes e depois do exercício. Isso é especialmente importante na prática de exercícios que envolvem saltos ou esportes de velocidade.

Também é importante manter condicionamento físico constante (evitar ser “atleta de fim de semana”).

Exercícios de reabilitação da distensão da panturrilha:
*Atenção! 
Sempre faça os seus exercícios acompanhado por um Profissional

Os exercícios devem ser feitos com a supervisão de um fisioterapeuta e poderão ter início após o início da cicatrização da lesão, aproximadamente 2 semanas. Alguns dos exercícios que serão feitos na fisioterapia podem ser feitos em casa:

1 - Alongamento Com a Toalha: 
Distensão da Musculatura da Panturrilha - Alongamento com a toalha
Foto retirada do site Clínica Deckers

Sentar sobre uma superfície firme, com a perna lesionada estendida à frente do corpo. Laçar o pé com uma toalha e puxá-la, suavemente, em direção ao corpo, mantendo os joelhos estendidos. 

Manter essa posição por 30 segundos e repetir 3 vezes. 
Para um bom alongamento, é necessário sentir, apenas, um desconforto, não devendo causar uma dor aguda. 
Quando esse alongamento for muito fácil, deve-se iniciar o alongamento da panturrilha em pé.

2 - Alongamento da Panturrilha em Pé:
Distensão da Musculatura da Panturrilha - Alongamento em pé da panturrilha
Foto retirada do site Clínica Deckers

Ficar em pé, com os braços estendidos para frente e as mãos espalmadas e apoiadas em uma parede na altura do peito.

A perna lesionada deve estar, aproximadamente, 30 a 60 cm atrás da perna não lesionada. Manter a perna estendida, com o calcanhar no chão, e inclinar em direção à parede.

Flexionar o joelho da frente até sentir o alongamento da parte de trás do músculo da panturrilha da perna lesionada.

Manter por 30/60 segundos e repetir 3 vezes.


3 - Resistência a Dorsiflexão: 
Distensão da Musculatura da Panturrilha - Resistência a Dorsiflexão
Foto retirada do site Clínica Deckers
Sentado com a perna lesionada estendida e o pé perto de uma cama, enrolar a faixa ao redor da planta do pé. 

Prender a outra extremidade da faixa no pé da cama. 
Puxar os dedos do pé, no sentido do corpo. 
Lentamente, retornar à posição inicial. 

Repetir 10 vezes e fazer 3 séries.


4 - Resistência à Flexão Plantar:
Distensão da Musculatura da Panturrilha - Flexão de joelhos deitado
Foto retirada do site Clínica Deckers
Sentado com a perna lesionada estendida, laçar a planta do pé com o meio da faixa.

Segurar as pontas da faixa com ambas as mãos e, suavemente, empurrar o pé para baixo apontando os dedos do pé para frente, tencionando a faixa terapêutica (thera band), como se estivesse acelerando o pedal de um carro.

Os exercícios 5, 6 e 7 poderão ter início quando o paciente puder ficar nas pontas dos pés, sem sentir dor.

5 - Levantamento em Pé do Calcanhar: 
Distensão da Musculatura da Panturrilha - Levantamento em pé do calcanhar
Foto retirada do site Clínica Deckers

Segurar em uma cadeira e suspender o corpo sobre os dedos dos pés, tirando os calcanhares do chão, ficando nas pontas dos pés. 
Manter esta posição por 3 segundos e, lentamente, voltar à posição inicial. 

Repetir 10 vezes e fazer 3 séries.
À medida que o exercício ficar fácil, levantar, apenas, o lado lesionado. 


6 - Equilíbrio Sobre Uma Perna:
Distensão da Musculatura da Panturrilha - Equilíbrio sobre uma perna
Foto retirada do site Clínica Deckers

Ficar em pé, sem apoiar em nada e tentar equilibrar-se sobre a perna lesionada. Não deixar que o arco do pé aplaine-se, nem que os dedos do pé se dobrem.

Começar com os olhos abertos e, posteriormente, tentar fazer o exercício com os olhos fechados.

Manter a posição sobre uma única perna por 30 segundos.

Repetir 3 vezes.






7 - Pulo Na Parede:
Distensão da Musculatura da Panturrilha - Pulo na parede
Foto retirada do site Clínica Deckers

De frente para uma parede, prender um pedaço de fita adesiva na parede, a mais ou menos 60 cm acima da cabeça.

Pular com os braços estendidos acima da cabeça e tentar tocar a fita adesiva. 

Fazer o exercício mantendo os joelhos flexionados ao apoiar ambos os pés no chão, com o objetivo de amortecer a queda.

Progressivamente fazer o exercício com apenas uma perna.





Referência:


Comentários

  1. MUITO BOM O SEU SITE! Posso pedir uma matéria sobre canelite? Obrigada e siga com o projeto do site por que é sensacional!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Sugestão aceita.
      Em breve estarei colocando aqui no site ok.
      E obrigado pelo feedback positivo. Abraço

      Excluir
  2. Boa tarde!Muito bem explicado, detalhe por detalhe. Sofri um estiramento na panturrilha e só aqui descobri,pois estava em dúvida sobre o que ocorreu. O médico, não pediu nenhum exame. Mas achei esse site onde não tenho mais dúvida do acontecido. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom Dia Neusa, tudo bem com você?
      Fico feliz que minha matéria tenha te ajudado, fico extremamente feliz mesmo, afinal esse é o meu objetivo, ajudar as pessoas.
      Mas mesmo assim consulte sempre um médico especialista.
      Abraço

      Excluir

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário. Sua opinião é muito importante.