Celulite - O que é e como se livrar dela


Celulite

O QUE É?

A celulite está associada ao aparecimento de ondulações na pele das coxas, pernas, quadris, nádegas e abdômen. A celulite é mais comum em áreas onde ocorre acúmulo de gorduras e é o resultado de uma desigualdade do tecido adiposo abaixo da pele. Apesar de não ser uma condição grave de saúde, muito se investe anualmente no estudo da celulite, já que sua aparência é extremamente desagradável e ela afeta a auto-estima de muitas mulheres. 

A celulite é causada pelos cordões fibrosos de tecido conjuntivo que conectam a pele ao músculo subjacente. A gordura fica acumulada entre eles e, conforme o número de células de gordura aumenta, elas são pressionadas contra a pele, enquanto esses cordões resistentes se mantêm puxando os tecidos para baixo. É isso que dá à pele o tão conhecido aspecto de casca de laranja. 

A celulite é muito mais comum em mulheres do que homens, e estima-se que de 8 entre 10 mulheres possuem celulite em algum grau. Isso acontece porque geneticamente o acúmulo de gordura das mulheres tende a ser maior nas áreas mais comuns para a celulite, como coxas, pernas, quadris, nádegas e abdômen. Além disso, a celulite tende a piorar com o aumento da idade, quando a pele perde naturalmente um pouco de sua elasticidade, o que agrava o quadro. 


(Khan MH, Victor F, Rao B, Sadick NS. Treatment of cellulite: Part I. Pathophysiology. J Am Acad Dermatol. 2010 Mar;62(3):361-70; Khan MH, Victor F, Rao B, Sadick NS. Treatment of cellulite: Part II. Advances and controversies. J Am Acad Dermatol. 2010 Mar;62(3):373-84.) 


EXERCÍCIOS FÍSICOS

Especialistas recomendam exercícios aeróbios diários combinado com duas a três sessões de treinamento de musculação por semana aliada à uma dieta saudável.

Estudos atuais comprovam que essa abordagem funciona, como um estudo realizado por Wayne Westcott (co-autor do livro "No More Cellulite"). Ele concebeu um programa para redução de celulite que inclui 20 minutos de treino de musculação, com cinco exercícios para membros superiores e cinco para membros inferiores do corpo e 20 minutos de caminhada (acelerada) ou corrida utilizando entre 70% e 80% da frequência cardíaca máxima. Este programa é realizado três dias por semana.

As participantes desse estudo que durou oito semanas perderam 0,5 kg por semana e cerca de 5 kg ao fim dessas oito semanas. Quando as participantes combinaram o programa de exercícios com bons hábitos alimentares (uma dieta baseada na pirâmide alimentar com 1600, 2200 ou 2800 calorias), eles dobraram a perda de gordura corporal perdendo 4,1 kg de gordura.



ALIMENTAÇÃO

Os alimentos fazem toda a diferença na hora de combater a celulite, e determinados nutrientes já são reconhecidos por ajudarem o organismo a não formar celulites, além de combater as existentes.

Conhecendo os nutrientes que evitam a formação de celulites:

CAFEÍNA: Vários estudos ao longo dos anos têm demonstrado os efeitos da cafeína na perda de peso e de gordura. Isso acontece devido aos seus efeitos de supressão de apetite, estímulo da termogênese (queima calórica) e efeito diurético (aumentando a quantidade de líquido excretada e melhorando o aspecto da celulite). Além disso, a cafeína possui um efeito comprovadamente lipolítico, quebrando as células de gordura e melhorando a celulite, e também estimula o cérebro e o sistema nervoso.

TEOBROMINA: A teobromina, juntamente com a cafeína e a teofilina, é um tipo de metilxantina presente no guaraná. Ela possui uma ação diurética muito forte, já comprovada cientificamente, o que contribui para diminuir o inchaço e melhorar visivelmente o aspecto da celulite. Alguns estudos também correlacionam o consumo de teobromina à diminuição da ingestão alimentar, e por isso sinalizam a teobromina como um supressor de apetite natural, mas poderoso. Ela age no sistema nervoso central ajudando a diminuir o apetite e contribuir para aumentar a saciedade. Além disso, ela é o componente que dá a alguns alimentos, como o chocolate, a sensação de bem estar, e por isso pode agir melhorando também a parte emocional, que favorece a perda de peso. Além disso, todas as metilxantinas têm a capacidade de dilatar os vasos sanguíneos, o que pode ajudar também no aspecto visual da celulite. 

GUARANINA: A guaranina é uma metilxantina presente no guaraná, de estrutura química praticamente igual à da cafeína uma substância similar à cafeína, que muitas vezes é utilizada devido ao seu papel de energético, dando mais ânimo e disposição. Ela atua na perda de peso através do aumento do metabolismo e diminuição do apetite. Além disso, ele é muito utilizado para manter as pessoas alerta, combater a tensão pré-menstrual, como supressor de apetite e para a perda de peso e gordura localizada em geral. Como a teobromina, ela também tem um efeito diurético bastante consolidado. 

CROMO: O Cromo é um mineral traço, ou seja, quantidades muito pequenas dele são necessárias para manter nosso organismo funcionando em ordem. Ele tem um papel muito importante ao potencializar a ação da insulina, um hormônio crítico do nosso metabolismo que está intimamente ligado ao armazenamento de carboidratos e gorduras no nosso organismo.

ZINCO: É um mineral com grande importância para o bom funcionamento do metabolismo de proteínas, carboidratos, lipídeos e ácidos nucléicos. É co-fator em mais de 300 enzimas, participa da respiração celular e da duplicação do DNA, mantém integridade das membranas celulares e está relacionado ao sistema endócrino, que regula nossos hormônios e nosso metabolismo.

SELÊNIO: Esse importante mineral faz parte das enzimas destruidoras de radicais livres (glutationa peroxidase, uma enzima antioxidante). Os Radicais Livres são moléculas instáveis, liberadas durante a produção de energia, que estão prontas para se ligarem a quaisquer moléculas que encontram pela frente, para roubar elétrons e assim causar danos irreversíveis à célula, podendo muitas vezes chegar a matá-las. Os radicais livres são acusados de causar o envelhecimento precoce e várias doenças. 

CÁLCIO: O Cálcio é um mineral muito importante para o nosso organismo, pois ajuda na liberação de alguns hormônios e enzimas. Além disso, estudos recentes têm demonstrado cada vez mais que consumir mais Cálcio ajuda na perda de peso e evita a recuperação do peso perdido com o passar do tempo, diminuindo os depósitos de gordura no corpo e, conseqüentemente, o aspecto das celulites. 

FÓSFORO: O Fósforo possui um papel extremamente importante no nosso organismo na utilização dos carboidratos e gorduras, e na síntese de proteínas para o crescimento, manutenção e reparo de células e tecidos. Ele também é crucial para a produção de ATP, uma molécula que nosso corpo usa para guardar energia.

MAGNÉSIO: Atua acelerando o metabolismo, auxiliando assim na perda de gordura, e facilita a absorção dos outros nutrientes. O Magnésio é essencial para a boa saúde. Ele é necessário para mais de 300 reações bioquímicas no nosso organismo, dentre elas, as de queima de gordura. Ele também ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue, a pressão arterial e está notoriamente envolvido no metabolismo energético e na síntese protéica.

VITAMINA A: Necessária para boa manutenção e saúde da pele e cabelos, também atua como antioxidante, ajudando a manter a integridade estrutural das células. Ela ajuda a reduzir a celulite por aumentar a produção de colágeno, uma proteína que dá força e estrutura à nossa pele. Ela também ajuda a estimular a produção de novas células em todo o nosso corpo. 

VITAMINA C: Atua como antioxidante, protegendo as células dos radicais livres. A Vitamina C também é necessária para o crescimento e reparo de tecidos em todo o nosso corpo, pois ela compõe o colágeno, que irá gerar a pele, tendões, ligamentos e vasos sanguíneos, além de curar feridas e formar tecido cicatricial. Nosso corpo não é capaz de formar ou estocar Vitamina C, por isso é importante que seu consumo seja diário.

VITAMINA E: A vitamina E já é amplamente conhecida por seu papel antioxidante, protegendo os ácidos graxos da oxidação e preservando a integridade e saúde das células. Além disso, esse poderoso nutriente ajuda o corpo a reter umidade e hidratação, além de ajudar a prevenir a degeneração dos tecidos.

VITAMINA B1: A Tiamina, ou vitamina B1, é uma vitamina solúvel, parte do Complexo B, usada para deixar a pele, olhos, pele e fígado mais saudáveis. Sua principal função é ajudar o corpo a produzir energia através da metabolização dos carboidratos.

VITAMINA B3: Ela regula o apetite e é necessária para a conversão dos alimentos em energia. É componente essencial de 2 enzimas ativas: nicotinamida-adenina-dinucleotídeo (NAD) e nicotinamida-adenina-dinucleotideo-fosfato (NADP), envolvidas em reações catabólicas (NAD) e anabólicas (NADP). Além disso, ajuda a fornecer energia para as células por meio de reações de oxi-redução e metabolismo dos carboidratos e atua na síntese das gorduras e do glicogênio.

VITAMINA B6: Essa vitamina atua no metabolismo de aminoácidos e também participa no metabolismo de gorduras e carboidratos, agindo de forma ativa como coenzima (está envolvida com mais de 60 reações enzimáticas no corpo humano). Ela facilita a liberação de glicogênio do fígado e do músculo; está envolvida em processos imunorregulatórios e exerce papel fundamental na formação do tecido conectivo, principalmente colágeno e elastina, nutrientes de grande importância para a pele. 

COLÁGENO: O colágeno é um componente fundamental da pele, responsável pela sua firmeza e elasticidade, e é muito consumido por pessoas que buscam manter a aparência jovial. No processo de envelhecimento, a produção de colágeno diminui e a elastina, uma substância que permite que a pele se mantenha elástica, se torna deficiente. Ele fortalece as unhas, melhora o aspecto dos cabelos, previne a flacidez e o surgimento de estrias, além de colaborar para a formação das fibras colágenas tanto da pele quanto dos tecidos adjacentes — sendo, assim, benéfico na prevenção da celulite.


Então agora já sabem né mulheres. A receita é simples: 

- Exercícios Aeróbios + Musculação + Dieta Saudável = O CORPO QUE VOCÊ DESEJA!

Referências:
1. Velasco MV, Tano CT, Machado-Santelli GM, Consiglieri VO, Kaneko TM, Baby AR. Effects of caffeine and siloxanetriol alginate caffeine, as anticellulite agents, on fatty tissue: histological evaluation.J Cosmet Dermatol 2008 Mar;7(1):23-9. 


2. Lupi O, Semenovitch IJ, Treu C, Bottino D, Bouskela E. Evaluation of the effects of caffeine in the microcirculation and edema on thighs and buttocks using the orthogonal polarization spectral imaging and clinical parameters. J Cosmet Dermatol. 2007 Jun;6(2):102-7. 

3. Lima WP, Carnevali LC Jr, Eder R, Costa Rosa LF, Bacchi EM, Seelaender MC. Lipid metabolism in trained rats: effect of guarana (Paullinia cupana Mart.) supplementation. Clin Nutr. 2005 Dec;24(6):1019-28. Epub 2005 Sep 22. 

4. Souza, Sandra A. et al. Determinação de taninos e metilxantinas no guaraná em pó (Paullinia cupana Kunth, Sapindaceae) por cromatografia líquida de alta eficiência. Rev. bras. farmacogn. 2010, vol.20, n.6 [cited 2011-10-06], pp. 866-870

5. Lima WP, Carnevali LC Jr, Eder R, Costa Rosa LF, Bacchi EM, Seelaender MC. Zemel MB. Role of calcium and dairy products in energy partitioning and weight management. Am J Clin Nutr. 2004 May;79(5):907S-912S. 

6. Zemel MB, Shi H, Greer B, DiRienzo D, Zemel P. Regulation of adiposity by dietary calcium. FASEB J 2000;14:1132-8. 

7. Mertz W. Interaction of chromium with insulin: a progress report. Nutr Rev 1998;56:174-7 

7. Anderson RA.. Effects of chromium on body composition and weight loss.Nutr Rev. 1998 Sep;56(9):266-70. 

8. Ishikawa Y, Kudo H, Kagawa Y, Sakamoto S. Increased plasma levels of zinc in obese adult females on a weight-loss program based on a hypocaloric balanced diet.In Vivo. 2005 Nov-Dec;19(6):1035-7. 

9. Tallman DL, Taylor CG. Effects of dietary fat and zinc on adiposity, serum leptin and adipose fatty acid composition in C57BL/6J mice.J Nutr Biochem.2003 Jan;14(1):17-23. 

10. Selenium in diet, blood, and toenails in relation to human health in a seleniferous area. Am J Clin Nutr 1991;53:1288-94. 

11. McKenzie RC, Rafferty TS, Beckett GJ. Selenium: an essential element for immune function. Immunol Today 1998;19:342-5. 

12. Schiavi SC, Kumar R. The phosphatonin pathway: New insights in phosphate homeostasis. Kidney Int. 2004;65:1. 

13. Saris NE, Mervaala E, Karppanen H, Khawaja JA, Lewenstam A. Magnesium: an update on physiological, clinical, and analytical aspects. Clin Chim Acta. 2000 Apr;294(1-2):1-26. 

14. Levine M, Rumsey SC, Daruwala R, Park JB, Wang Y. Criteria and recommendations for vitamin C intake. JAMA.1999;281:1415-1423. 

15. Stanley S. Shapiro, Claude Saliou, Role of vitamins in skin care, Nutrition, Volume 17, Issue 10, October 2001, Pages 839-844. 

16. Zague V, de Freitas V, da Costa Rosa M, de Castro GÁ, Jaeger RG, Machado-Santelli GM. Collagen hydrolysate intake increases skin collagen expression and suppresses matrix metalloproteinase 2 activity.Zague. J Med Food. 2011 Jun;14(6):618-24. Epub 2011 Apr 11. 

17. Zague V. A new view concerning the effects of collagen hydrolysate intake on skin properties. Arch Dermatol Res. 2008 Oct;300(9):479-83. 

Fonte: Bodynet Marcelo Gomes - www.bodynet.com.br/marcelogomes

Comentários