Vaidade Masculina - Homem que é Homem também se cuida

Vaidade Masculina

Ficou para trás o tempo em que o Homem para mostrar que era Homem tinha que ser bruto e nem se importar com a beleza.

Hoje em dia os tempos mudaram e um Homem que se cuida tem uma chance maior de conseguir um bom emprego, ser promovido em seu trabalho, conquistar mais amigos, muita coisa sofre influência da beleza em nossos dias atuais, sem contar dois fatores super importantes para todos nós, sedutores de plantão: 

1) conquistar as mais belas mulheres (quem não quer uma linda mulher ao seu lado);
2) auto-estima elevada (quem não quer estar bem e ser notado por todos).

Então conheça agora os 7 pecados que não podem acontecer e que nos indicam como mantermos um padrão básico de vaidade que será usado em nosso próprio benefício. Deixe o seu machismo de lado.


Pecado 1: Passar a vida com o boné na cabeça

Ele pode até ter sido inventado para proteger você do sol, mas hoje em dia ninguém se lembra disso. Alguns homens têm até a marca redonda na cabeça e o cabelo amassado por causa do acessório. Muitos lavam os cabelos e já colocam o boné, sem esperar os fios secarem.

O que há de mau nisso?
Simples: a oleosidade dos fios dispara, surge a caspa e, em certos casos, até calvície. Pode ocorrer a obstrução do folículo piloso, impedindo o cabelo de nascer ou crescer. Já o restante dos fios enfraquece e quebra facilmente. A solução para o problema inclui a óbvia aposentadoria temporária dos bonés, um xampu anti-caspa e o abandono do condicionador, pelo menos até a caspa acabar. Se nada disso resolver, o jeito é consultar um dermatologista.

Para prevenir?
Simples: espere o cabelo secar antes de esconder o coitado sob o seu tapa-sol preferido.

Pecado 2: fazer a barba sem produtos específicos

Imagine o trabalho que sua pele tem para se refazer das agressões que você provoca a cada barbear. E nem estamos falando dos cortes ou dos pêlos que, eventualmente, encravam. O próprio ato da raspagem é uma agressão, pois a oleosidade da pele fica prejudicada com isso. Assim, é um grande erro dispensar uma espuma, um creme ou gel específico. Eles ajudam a manter seu rosto macio e devidamente hidratado. Veja como age cada um desses produtos:

Gel: indicado para peles mais oleosas ou com acne (adolescentes, principalmente). Com ele, a lâmina desliza melhor e a chance de ocorrerem cortes diminui bastante.

Espuma: amolece o pêlo, exigindo menos força e, portanto, pressão sobre o rosto. Rende ótimos resultados em homens de barba muito grossa e com facilidade para encravar os pêlos.

Creme: também forma uma película grossa sobre a pele, facilitando o deslizamento da lâmina. Mas, diferente do gel, o creme também ajuda na hidratação e, por isso, é recomendado para peles secas.

É preciso cuidar também da finalização do barbear, trate de ir à perfumaria e comprar uma loção pós-barba sem álcool, que contenha alantoína, aloe vera ou azuleno na fórmula (basta ler o rótulo para identificar). Esses ingredientes acalmam a pele que acabou de ser agredida.

Pecado 3: reutilizar a lâmina de barbear

Claro que estamos falando daquelas descartáveis que, em tese, deveriam seguir direto para o lixo depois de usadas. Insistir em reaproveitá-las não tem nada de econômico. A mesma lâmina serve para, no máximo, duas vezes. Depois disso, ela perde o corte e só irrita o rosto. Os pêlos encravam e há o risco de desenvolver foliculite, uma espécie de inflamação. 
E aí, qual o seu palpite: é mais caro trocar a lâmina ou gastar com remédios?

Pecado 4: usar a mesma meia repetidas vezes

Deu vergonha de ler? 
Pois você deveria ficar vermelho é de fazer uma coisa dessas. 

Não tem chulé? 
Ainda bem, mas saiba que seu caminho até lá já está marcado. 
Sinta só o poder da receita: suor, ambiente fechado e úmido. Mantenha tudo por umas seis horas e voilá! Está formado o banquete para fungos e bactérias proliferarem à vontade. 

A prevenção é simples: seque bem a região entre os dedos após o banho e use o mesmo par de meias apenas uma vez, dando preferência a peças de algodão (elas absorvem bem o suor e permitem que sua pele respire na medida do possível). Assim, você evita o chulé e o agravamento de micoses.

Pecado 5: escaldar a pele num banho quente demais

Seu sonho era ser um camarão cozido, é isso? 
Não? 
Então por que você insiste em deixar o chuveiro na posição de inverno? 
A água muito quente acaba com a oleosidade natural da pele. Desse jeito, você fica mais sensível a problemas cutâneos, incluindo alergias (além de envelhecer mais rápido). Na próxima ducha, lave-se com água morna. E não raspe a toalha no corpo para se secar. Enxugue apenas o excesso e, ainda úmido, espalhe seu hidratante favorito. A pele absorve melhor.

Pecado 6: achar que filtro solar só serve para usar na praia

Para muitos homens parece incrível, mas pode acreditar: os raios solares que ameaçam sua pele de câncer, manchas e envelhecimento não fazem diferença entre os sortudos que têm o mar à vista e os outros coitados, que só contam com rastros de escapamentos pela frente. Por isso, trate de incluir um bom protetor solar na lista de compras e use-o diariamente. 

A recomendação vale mesmo para os dias nublados, quando a pele não queima (resultado dos raios UVA). Nesse caso, ela continua sujeita à ação dos raios UVB, que envelhecem e podem provocar tumores. Prefira um produto com proteção contra os dois tipos de ultravioleta, de FPS 15, no mínimo. Nos primeiros dias de praia, é ideal aumentar para 30, porque a exposição ao sol tende a ser maior.

Pecado 7: desencravar sozinho as unhas do pé

Homem tem mania de sair picotando a unha de qualquer jeito. Depois, reclamam que os dedos doem, que não dá para calçar o sapato e por aí vai . Os erros mais comuns dessa traquinagem são deixar as unhas arredondadas, tirar fora os cantos (formando buraquinhos que voltar a perturbar quando a unha começa a crescer novamente) e deixar restos de pele que atrapalham o crescimento da unha. Os cantos precisam ser desencravados, ou seja, sair da carne. Quando isso não acontece, você sofre os incômodos (às vezes, com pus e inchaço nos pés). 

Para evitar tudo isso, a dica é simples. Vá ao podólogo uma vez por mês. Esse profissional sabe como acabar com a unha encravada, retirar aqueles calos causados pelos calçados e fazer uma massagem. Mas se você tiver tendência ao problema, também evite os sapatos com o bico fino, que espremem um dedo contra o outro.

Por isso, vamos mostrar que nós homens também nos cuidamos e que nos preocupamos em agradar às mulheres!

Fonte Consultada: Site MinhaVida

Comentários